Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Já não estávamos suficientemente na bosta?

por Quadrada, Sexta-feira, 01.04.11

 

 

Ainda tínhamos que levar com as radiações do Japão??!!?????

 

QUERO EMIGRAR, PORRA!

Autoria e outros dados (tags, etc)

13 comentários

De Fábio Raposo a 01.04.2011 às 13:18

Tenho a impressão que essa é a noticia que todos os anos fazem neste mesmo dia, se assim for, é uma falta de respeito para com a comunidade nipónica

De Quadrada a 01.04.2011 às 13:44

nao, porque a noticia foi ontem

De Fábio Raposo a 01.04.2011 às 13:58

Eu acho um pouco difícil aquilo chegar a Portugal... Se chegou foi da mesma forma que as de Chernobyl em 1986, que segundo uma imagem que eu vi à uns tempos, as radiações chegaram ao distrito de Bragança, mas numa quantidade muito pequena, e Chernobyl é muito mais perto que Fukushima
 

De Quadrada a 01.04.2011 às 14:05

Entao vai ver as noticias.

De Fábio Raposo a 01.04.2011 às 14:16

Eu li essa noticia ontem, simplesmente estou com o pé atrás para acreditar a 100% nisso, não digo que não seja possível...

De Quadrada a 01.04.2011 às 15:12

mas estás com o pé atrás porquê? é normal, os ventos trazem as poeiras, era de esperar...até à frança foi parar...simplesmente são em pouca quantidade, mas que veio cá parar, veio...

De Fábio Raposo a 01.04.2011 às 17:55

É como tu dizes no titulo, isto já está mau de mais e eles (os media) ainda alarmam mais as pessoas.

De Quadrada a 01.04.2011 às 18:10

nao é alarmar...têm que informar as pessoas...apesar de não ser em grandes quantidades, é sempre uma coisa que temos que saber...

De luadoceu a 01.04.2011 às 13:29

ja chegou aos açores
aqui,nao me apercebi
ja aqui chegou?
bjinhos

De Quadrada a 01.04.2011 às 13:43

Vi nas noticias que sim

De luadoceu a 01.04.2011 às 16:07

aiiiiiiiiiiiiii
n ouvi

De Quadrada a 01.04.2011 às 18:10

sim mas nada de grave, acho que é em pequenas quantidades que nao afectam a saude nem o ecossistema

De Sara a 03.04.2011 às 22:40

E somos duas! maldito curso que nunca mais acaba -.-

Comentar post