Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



"O Amor é um Fósforo"

por Quadrada, Quarta-feira, 09.01.13

"Acho que o Amor é um fósforo. Acende-se, queima-se e morre. Não existe, por isso, o Amor duma vida inteira. É falso. O que pode existir é uma vida inteira onde todos os dias nasce um novo Amor entre os mesmos Amantes, que o Amor é coisa para um dia. Não mais do que isso.
Dois Amantes que estiveram juntos durante um ano apaixonaram-se trezentas e sessenta e cinco vezes nesse ano. Basta terem-se apaixonado trezentas e sessenta e quatro que, lá pelo meio, é mais do que certo que tiveram um dia triste. Um dia em que, não o confessando a ninguém, duvidaram daquilo que sentiam.
A dúvida faz parte do Amor. Surge sempre naqueles dias em que nós acordamos, mas o Amor não. São dias de sonolência, esses. E no entanto, essenciais para que nos apaixonemos de novo, logo na manhã seguinte, pela mesma pessoa."

Do fantástico Bagaço Amarelo. Porque, de facto, não é o amor que sustenta uma relação, já que gostar não é tudo. A forma como nos relacionamos, a maneira de tratar o outro, os objectivos na relação, a vontade de continuar...isso sim, sustenta os pilares desta "casa" que é o Amor.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Fábio Raposo a 09.01.2013 às 15:02

O amor é uma batalha onde os dois intervenientes tem que lutar para que o mesmo resulte e dure, por vezes há pessoas a meterem-se pelo meio para tentar complicar as coisas, mas quando duas pessoas gostam mesmo uma da outra, nada do que essa terceira pessoa possa fazer vai levar fazer com que esse amor desapareça!  

De Quadrada a 09.01.2013 às 20:33

os problemas numa relação não são sempre devido a terceiras ou quartas pessoas...há vários factores como a rotina, a distância, certas atitudes, entraves que podem complicar tudo. mas lá está, acho que quando se quer muito as coisas resolvem-se.

Comentar post