Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Há coisas que estão subentendidas, já...

por Quadrada, Quarta-feira, 27.07.11

Enviei uma mensagem a uma amiga minha lá da faculdade e ela respondeu-me com o seguinte: Quem é? Vim de férias e esqueci-me do carregador. Tive de mudar o cartão para outro telemóvel mas não tenho todos os contactos".

Quadrada: Sou a pessoa mais sexy que conheceste em Coimbra. Aliás, sou a pessoa mais sexy que tu conheces, de todo.

A maravilhosa resposta dela: Quadrada em grande style!!

 

É incrível como basta apenas referir a minha imensa sensualidade para as pessoas saberem de quem se trata...

Autoria e outros dados (tags, etc)

É uma questão de Psicologia!

por Quadrada, Quarta-feira, 27.07.11

Sempre tomei o meu pai por uma pessoa inteligente. Aliás, a minha mãe também, mas as áreas de interesse do meu pai têm mais a ver com as minhas. Desde o 10º ano que me enfio em bibliotecas a ler livros de Psicologia e Psiquiatria, mas desde que entrei na faculdade aproveitei os descontos que a minha mãe tem por ser sócia do Círculo de Leitores e comecei a mandar vir livros e enciclopédias sobre o assunto, até porque me ajudam a estudar, para além de alargarem o meu conhecimento na área.

Os mais recentes que adquiri são do Daniel Goleman e do António Damásio (que eu, simplesmente, venero) e o meu pai veio perguntar-me qual lhe aconselhava. Respondi-lhe que ambos valiam a pena mas que, como eu estava a ler o do Goleman, preferia que ele lesse o do Damásio. Às tantas, veio dizer-me que o livro era muito confuso nas primeiras partes, mas que se não as lesse não percebia nada depois.

Quadrada: Pois, é mesmo isso. Eu até tive que ler as mesmas coisas umas duas ou três vezes para encaixar bem.

Pai: Pois, eu também. Bastavam umas duas, três vezes, e percebia. Não que eu tenha o teu nível de inteligência, mas isto é mesmo verdade.

 

Olha pai, gostei. Até me senti bué intelectual. Mas se queres que te diga acho que tens o meu nível de inteligência e ninguém me tira da cabeça que fui buscar o bichinho da Psicologia a ti.

Claro que isto não significa que não devas dizer mais vezes coisas como aquilo que eu sublinhei porque me fazem bem ao ego. Lá está, é tudo uma questão de Psicologia!

Autoria e outros dados (tags, etc)