Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



4. Carta para os teus irmãos

por Quadrada, Sexta-feira, 18.01.13

 

Chatos,

Não sei como é que saí tão gira e vocês são assim, mas pronto. Não, vá, agora a sério. Vocês são os meus meninos de ouro e dava a vida pelos dois. Não me imagino sem vocês e tenho muito medo que vos aconteça alguma coisa. Não há um dia que não pense nos dois ou que não tenha saudades. Podia abdicar de muita coisa na minha vida, mas vocês não seriam nunca parte da lista.

Tu, Rui, estás um homem feito. E isso tem tanto de engraçado como de nostálgico, porque a verdade é que crescemos juntos. As minhas memórias mais antigas têm a tua presença, e parece que ainda consigo sentir o cheirinho a tua pele e ouvir com nitidez a tua voz estridente aos berros comigo numa das muitas vezes em que eu fazia qualquer coisa de propósito para te irritar. É muito bom olhar para ti e ver que te tornaste num rapaz tão lindo, tão bem disposto e tão feliz. Tenho a certeza que tudo na tua vida te vai correr bem porque atrais coisas boas naturalmente, e isso é um dom. Sou louca por ti, miúdo!

E tu, Pedrocas, és o menino mais maduro que conheço. É incrível como consigo ter conversas de adultos contigo, e é incrível também como é bom deitar a cabeça no teu peito pequenino quando estou triste e isso me acalmar a alma. Acho que somos muito parecidos e se calhar é por isso que chocamos de vez em quando, mas tu sabes que a mana gosta muito de ti.

E a melhor parte é sermos tão engraçados e tão amigos uns dos outros. Podemos andar a semana toda às turras, mas quando é para nos ajudarmos nenhum dos três falha. Fazemos estas caretas parvas para as fotos, contamos piadas, conversamos, encobrimo-nos uns aos outros e é disso que o amor fraternal é feito. Não duvidem que daqui a uns anos essas memórias vão ser muito preciosas.

Quando tiver filhos, espero que eles sejam como nós.

Amo-vos muito, meus príncipes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partners in crime! (2)

por Quadrada, Sexta-feira, 18.01.13

Como já devem ter percebido, eu e o Príncipe somos oficialmente viciados em Coca-Cola. Eu já me achava exagerada nesse aspecto, mas ele consegue superar. Aliás, ele é pior que eu em tudo o que faço exageradamente, mas pronto.

Ontem estavamos os dois a ressacar de Coca-Cola porque não bebíamos há algum tempo (o que na nossa linguagem significa apenas umas horas) e decidimos ir a uma daquelas máquinas de rua buscar o nosso Néctar Divino. Vai daí, a Quadrada mete a moedinha na ranhura e a garrafa fica presa. PRESA. Tirei duas Coca-Colas (uma para mim e outra para ele) e nada da garrafa em questão cair. O que, a meu ver, era um pecado, porque não se desperdiça assim Coca-Cola. No entanto, há que ter em conta que o Príncipe ainda leva essas coisas mais a peito, e quem mexe com Coca-Cola mexe com ele também, então não se deu por vencido e tirou mais duas Coca-Colas e a garrafa em questão saiu numa dessas vezes. O que significa que ficámos com quatro garrafas e uma de graça. Sim, foram cinco garrafas pequenas só para nós, e juro que me senti a assaltar um banco e a enfiar barras de ouro na mala.

Mas não, era só mesmo Coca-Cola a dar c'um pau.


Autoria e outros dados (tags, etc)